3 - Toda Língua Confesse que Jesus é o Senhor (I Cor. 8: 6)

 

Passemos a considerar a pessoa de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Se há um só Deus, o Pai, quem é o Senhor Jesus? Ele também é Deus? As escrituras o chamam de Deus? Porque? Ele é a segunda pessoa da Trindade?

Deixemos que  a Bíblia responda nossas dúvidas.

 

Contra a Palavra não há argumentos.

 

 

Jesus é o  Filho de Deus.

Qualquer que confessar que Jesus é o Filho de Deus, Deus está nele e ele em Deus”.  (I João 4:15).

“Quem é que vence o mundo senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus? (I João 5:5)

Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.  Porquanto Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem nele crê não é julgado; o que não crê já está julgado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. João 3:16-18

 

Jesus é o Senhor.

 

Deus o exaltou sobremaneira que lhe deu um nome que é sobre todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho...todo língua confesse que JESUS Cristo é o Senhor, para a Glória de Deus Pai” (Fil. 2: 5:11)

 

há um só  Deus, o Pai, de quem são todas as coisas e para  quem existimos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as coisas,  e nós também, por ele."

(I Coríntios 8:6)

 

Sabendo que recebereis do Senhor o galardão da herança, porque a Cristo, o Senhor, servis.(Colos.3:24).

 

...esse Jesus, a quem crucificastes, Deus o fez Senhor e Cristo. (Atos 2:36)

 

Jesus é a forma visível  de Deus.

 

Ninguém jamais viu a Deus; o Deus unigênito, que está no seio do Pai, é quem o revelou.  (João 1:18)

Quem me vê a mim vê o Pai (João 14:6-10

 

 “o qual é a imagem de Deus invisível, o primogênito de toda a criação...  Ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele...”(Col 1:13:17)”

Ele, que é o resplendor da glória e a expressão exata do seu Ser (De Deus), sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder (Hebreus 1:3)

“De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus (Fil. 2: 5:11)

 

Em algumas vezes Jesus é chamado de Deus:

 

“Seu nome será Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade...”  (Is 9:6)''

“E chamá-lo-ão pelo nome de EMANUEL, que traduzido é: Deus Conosco.(Mt 1:23)

 

Podemos compreender o tema quando vemos a Jesus na condição de representante aqui na Terra do Único e verdadeiro  Deus. 

 

Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo...". (2 Coríntios 5:18,19

 

A inspiração de Ellen White esclarece o tema. Vejamos:

 

O grande Criador convocou os exércitos celestiais para, na presença de todos os anjos, conferir honra especial a Seu Filho... O Pai então fez saber que, por Sua própria decisão, Cristo, Seu Filho, devia ser considerado igual a Ele, assim que em qualquer lugar que estivesse presente Seu Filho, isto valeria pela Sua própria presença. A palavra do Filho devia ser obedecida tão prontamente como a palavra do Pai. Seu Filho foi por Ele investido com autoridade para comandar os exércitos celestiais... O Filho levaria a cabo Sua vontade e Seus propósitos, mas nada faria por Si mesmo. A vontade do Pai seria realizada nEle. (HISTÓRIA DA RENDENÇÃO, pg. 13/14)

 

Anterior Início Próxima